Maiores campeões de Wimbledon

Por Apostaquente | 07 de dezembro, 2022

Wimbledon é o torneio de tênis mais antigo do mundo, assim como é o de maior prestígio. Confira quais são os maiores campeões de Wimbledon.

Se você gosta de esportes, sabe que existem muitos campeonatos diferentes para cada uma das modalidades. No futebol, por exemplo, temos Copa do Mundo, Champions League, Libertadores, Brasileirão, entre outros. O mesmo acontece no tênis, que conta com quatro grandes torneios principais: os torneios de Grand Slam (Australian Open, Roland Garros, US Open e Wimbledon).

O Torneio de Wimbledon é o mais antigo do mundo, quando o assunto é tênis. A competição é disputada desde 1877, quando foi organizada pelo clube All England Lawn Tennis and Croquet Club. Inicialmente, apenas homens disputavam o torneio. Em 1884, foram criadas duas novas categorias: simples feminina e duplas masculinas. As categorias de duplas femininas e duplas mistas foram criadas apenas em 1913.

No entanto, sabe quais são os maiores campeões de Wimbledon? Confira a seguir!

Maiores campeões de Wimbledon – Masculino (simples)

Como dissemos anteriormente, o Torneio de Wimbledon é o mais antigo do mundo, quando o assunto é tênis. Desde 1877, esse torneio reúne grandes tenistas de todos os cantos do mundo em uma grande disputa pelo título. Uma grande curiosidade sobre Wimbledon é que todos os atletas devem usar vestimentas brancas, para que o suor fique menos aparente.

Desde a primeira edição, Wimbledon tem campeões para “dar e vender”. Em suas primeiras edições, o torneio de tênis teve apenas atletas britânicos sendo campeões. No caso, o primeiro tenista não-britânico a ser campeão de Wimbledon foi o australiano Norman Brookes. Ele conquistou o título do torneio em 1907, 30 anos após a primeira edição ter sido disputada.

Confira quais são os maiores campeões de Wimbledon masculino:

  • Roger Federer: 08 títulos;
  • William Renshaw: 07 títulos – todos conquistados na era amadora*;
  • Novak Djokovic: 07 títulos;
  • Pete Sampras: 07 títulos;
  • Bjorn Borg: 05 títulos;
  • Lawrence Doherty: 05 títulos – todos na era amadora;

O topo da lista de campeões de Wimbledon pertence a Roger Federer. O suíço é um dos grandes nomes da história do tênis mundial. Este ano, ele decidiu se aposentar das quadras. Para celebrar sua carreira, Roger Federer disputou a Laver Cup, formando uma dupla com Rafael Nadal, outra grande lenda do tênis.

*A era amadora no tênis consiste no período anterior a 1968, ano em que os torneios de tênis passaram a permitir a participação de profissionais.

Maiores campeãs de Wimbledon – Feminino (simples)

Além de ser um torneio de tênis mais antigo do mundo, Wimbledon é também um dos pioneiros na inserção de mulheres no esporte. Entre todos os torneios de Grand Slam, Wimbledon foi o primeiro a criar uma categoria de disputa para tenistas mulheres, em 1884.

Como dissemos anteriormente, o primeiro tenista não-britânico a ser campeão de Wimbledon foi o australiano Norman Brookes, em 1907. Dois anos antes, o mundo viu a primeira tenista não-britânica ser campeã de Wimbledon. No caso, a grande vencedora foi a estadunidense May Sutton Bundy.

Confira quais são as maiores campeãs de Wimbledon:

  • Martina Navratilova: 09 títulos;
  • Helen Wills Moody: 08 títulos – todos conquistados na era amadora;
  • Dorothea Lambert Chambers: 07 títulos – todos conquistados na era amadora;
  • Serena Williams: 07 títulos;
  • Steffi Graf: 07 títulos;

Existem brasileiros campeões de Wimbledon?

Como você viu anteriormente, demorou muito tempo para que algum tenista não-britânico fosse campeão de Wimbledon. Agora, imagine quanto tempo demorou para que um tenista sul-americano conquistasse o título do torneio. O primeiro título da América do Sul em Wimbledon aconteceu em 1958, quando a brasileira Maria Esther Bueno foi campeã de duplas femininas.

Na ocasião, a brasileira jogou ao lado da norte-americana Althea Gibson, que já havia sido campeã de Wimbledon nas duas edições anteriores, também na categoria de duplas femininas. Maria Esther Bueno é uma referência quando o assunto é o tênis brasileiro. Ela conquistou diferentes títulos em sua carreira profissional. Em Wimbledon, a brasileira foi campeã oito vezes:

  • 1958: campeã nas duplas femininas (jogando com Althea Gibson);
  • 1959: campeã no feminino simples;
  • 1960: campeã no feminino simples;
  • 1960: campeã nas duplas femininas (jogando com Darlene Hard);
  • 1963: campeã nas duplas femininas (jogando com Darlene Hard);
  • 1964: campeã no feminino simples;
  • 1965: campeã nas duplas femininas (jogando com Billie Jean King);
  • 1966: campeã nas duplas femininas (jogando com Nancy Richey Gunter);

E além de Maria Esther Bueno, existem outros brasileiros campeões de Wimbledon? Confira a seguir:

  • Marcelo Melo: campeão nas duplas masculinas em 2017 (jogando com Łukasz Kubot);
  • Marcelo Zormann e Orlando Luz: campeões nas duplas masculinas em 2014, na categoria juvenil;

Aposte nos jogos de Wimbledon com a Apostaquente!

Agora que já conhece os maiores campeões de Wimbledon, por que não começar a apostar online neste torneio de tênis com a Apostaquente?

Em seu site de apostas, a Apostaquente te dá acesso a uma série de campeonatos esportivos diferentes para apostar e se divertir. Lá, você consegue apostar em muitos torneios de tênis. Além de Wimbledon, pode colocar seus palpites nos jogos do US Open, Australian Open, Roland Garros e muito mais.

E aí, está esperando o que para começar a apostar em tênis e dar um show como os campeões de Wimbledon? Na hora de apostar em torneios de tênis, conte com a Apostaquente!

Sobre o autor:

Apostaquente
A Apostaquente chegou ao Brasil para proporcionar a melhor experiência, e a mais ousada, para os brazucas apaixonados por sites de apostas esportivas e cassino online, oferecendo um portfólio completo para aqueles que buscam por apostas online seguras, inúmeros mercados de apostas e odds competitivas.