Países sedes da Copa do Mundo que foram campeões

Por Apostaquente | 08 de novembro, 2022

Algumas sedes da Copa do Mundo, além de terem recebido a honra de organizar o torneio, também tiveram o título. Veja os anfitriões campeões.

Os países sedes da Copa do Mundo têm muita vantagem na competição, afinal, essas seleções têm a oportunidade de jogar em casa, sempre com a maior parte da torcida nos estádios.

Contudo, ao longo da história das Copas, as apostas esportivas viram poucos países serem campeões enquanto sediavam a competição, algo que mostra que ter a torcida em grande maioria, não significa a garantia do título.

Veja quais são os anfitriões do Mundial que conseguiram o título em suas terras natais:

 

Uruguai em 1930

O Uruguai foi o país que recebeu a honra de ser a primeira sede da Copa do Mundo da história. Na época, os uruguaios jogavam o melhor futebol do mundo; antes de 1930, o país conquistou duas medalhas de ouro olímpicas – daí surge a alcunha de Celeste Olímpica.

Em tese, à época, o país que obtinha as maiores condições de vencer o Uruguai era a Argentina, que tinha um bom futebol e conseguiu chegar até a final, mas sem êxito ao vencer o país sede.

 

Itália em 1934

Em 1934, a seleção italiana estava sob forte pressão do ditador Benito Mussolini para vencer a Copa do Mundo, com discursos ameaçadores, que alegavam que, caso não viesse o título, a vida dos jogadores estaria em risco.

Com uma motivação vital como esta, os jogadores deram a vida em campo, quase que literalmente. Pelo menos, foi algo bom para as apostas da Copa do Mundo, já que todos esperavam a Itália como campeã do torneio.

 

Inglaterra em 1966

O único título conquistado pela Inglaterra foi quando a Copa do Mundo aconteceu justamente em seu país.

Antes de chegarem à final, os ingleses eliminaram os principais favoritos: a seleção portuguesa de Eusébio, melhor jogador do mundo naquela época. 

Na decisão, o time da casa enfrentou a Alemanha, em um jogo recheado de polêmicas; no final, o time levantou a taça, em plena Terra da Rainha, com a própria Rainha Elizabeth II presente na premiação.

 

Alemanha Ocidental em 1974

Quando a Alemanha ainda era dividida pelo Muro de Berlim, o lado oeste da divisória foi o responsável por organizar o maior torneio de futebol.

Naquela época, a Alemanha Ocidental tinha um ótimo time, cuja base era o Bayern de Munique, clube mais forte do momento nas apostas da Champions League, ao lado do Ajax, que era a base da seleção holandesa. País este que tinha o futebol mais encantador do mundo, o famoso Carrossel Holandês.

Antes da Copa começar, o favoritismo estava direcionado justamente à Holanda, que fez um Mundial impecável e conseguiu alcançar a final, assim como a seleção anfitriã. Na decisão, a Laranja Mecânica abriu o placar cedo, mas a Alemanha Ocidental conseguiu virar o placar ainda no primeiro tempo; o resultado permaneceu até o fim e os alemães foram campeões.

Por terem batido a forte Holanda, a Alemanha Ocidental é uma das sedes da Copa do Mundo mais memoráveis na questão do desempenho em campo.

 

Argentina em 1978

Entre todas as sedes da Copa do Mundo, a Argentina foi uma das que mais se candidatou para receber o torneio; desde 1930, os alvicelestes já demonstravam o desejo de sediar a Copa e se candidataram em quase todas as edições de 1962 para frente.

Até que chegou 1978 e, finalmente, a Argentina teve a chance de receber diversas seleções na disputa pelo troféu internacional mais desejado do esporte. Ser o país sede fez bem aos “hermanos”, que, motivados pela torcida, enfim conseguiram seu primeiro título, após muitos anos de luta e participações frustradas. Aqui, iniciava-se a força e a tradição do futebol argentino no mundo.

 

França em 1998

A última vez que as apostas de futebol tiveram um anfitrião como o campeão da Copa, foi em 1998, quando a França de Zinedine Zidane conseguiu ser soberana na competição, principalmente na final, quando bateu o Brasil por 3 a 0, de maneira impiedosa.

A França já havia sediado o torneio uma vez, há muito tempo, no ano de 1938; foi a terceira edição de Copa do Mundo na história.

 

Acompanhe a Copa do Mundo de 2022 na Apostaquente

A sede da Copa do Mundo de 2022 é o Catar, um país sem muita tradição no futebol e que não gera uma expectativa tão alta de desempenho. Para acompanhar a seleção catari e os outros países na Copa do Mundo, venha conhecer a Apostaquente, a melhor casa de apostas para palpitar no maior torneio do futebol. Registre-se em nossa plataforma e garanta sua diversão.

Sobre o autor:

Apostaquente
A Apostaquente chegou ao Brasil para proporcionar a melhor experiência, e a mais ousada, para os brazucas apaixonados por sites de apostas esportivas e cassino online, oferecendo um portfólio completo para aqueles que buscam por apostas online seguras, inúmeros mercados de apostas e odds competitivas.