Os maiores medalhistas da história dos Jogos Olímpicos

Por Apostaquente | 06 de junho, 2022

 

Os Jogos Olímpicos consistem em um dos maiores eventos de massa do mundo. Por isso, as apostas nas Olimpíadas se tornaram comuns. Sua origem remonta à Antiga Grécia, quando jogos esportivos eram praticados na cidade. Com o passar do tempo, conquistar uma medalha na competição virou, em quase todos os casos, o ponto mais alto da carreira de um atleta. 

Confira os nomes que surgiram, começaram a colecionar vitórias e agora são os maiores medalhistas das Olimpíadas.

 

Michael Phelps (28 medalhas)

O “tubarão de Baltimore”, como é chamado o incrível Michael Phelps, está em outro patamar. Esse atleta não é só o primeiro entre os maiores medalhistas da natação, mas o primeiro entre todos as modalidades do esporte.

São 28 medalhas, sendo 23 de ouro ao longo de sua trajetória nas Olimpíadas. Uma marca surreal, que fica ainda mais impressionante quando você considera que o segundo nadador com mais medalhas tem apenas oito. Ou seja, quase um terço do que o norte-americano ganhou.

Phelps participou da sua primeira Olimpíada em 2000, quando tinha somente 15 anos. Em 2008, fez história ao ganhar oito medalhas de ouro em apenas uma única edição. 

Sem dúvidas, Phelps, maior medalhista olímpico, foi uma das melhores apostas esportivas da história da humanidade.

 

Larissa Latynina (18 medalhas)

Larissa dominou as Olimpíadas entre 1956 e 1964 no cenário da ginástica artística. A ucraniana participou de três edições da competição, levando medalhas em 18 das 19 provas que disputou. Nove delas são de ouro. Imagina se ainda estivesse atuando? Com certeza, seria uma carta certa em apostas online.

 

Marit Bjørgen (15 medalhas)

Marit é um dos maiores medalhistas olímpicos, mas das modalidades gélidas, sendo o maior nome da história dos Jogos Olímpicos de Inverno. A norueguesa é recordista de vitórias em Copas do Mundo de Ski Cross Country. Já nos Jogos,  conquistou 15 medalhas em suas cinco participações. A atleta alcançou esse número na edição de 2018, em PyeongChang, onde levou para casa cinco medalhas, sendo três de ouro.

 

Nikolai Andrianov (15 medalhas)

Nikolai Andrianov é, até hoje, o maior atleta masculino da história da ginástica. Ele é dono do recorde de medalhas de ouro individual na categoria: seis. O russo ganhou o 1.º lugar em três Olimpíadas seguidas, entre 1972 e 1980.

Em Montreal (1976), conquistou quatro medalhas de ouro, duas de prata e uma de bronze.

 

Ole Einar Bjørndalen (13 medalhas)

Ninguém ganhou mais medalhas nos Jogos Olímpicos de Inverno do que o norueguês Bjørndalen. Ele dominou o cenário do Biathlon de Inverno por quase 25 anos, com 8 medalhas de ouro ao longo da carreira. 

Ole participou de 6 edições e viveu seu auge nos Jogos de Salt Lake City em 2002, campeonato em que levou 4 medalhas de ouro.

 

Boris Shakhlin (13 medalhas)

O ginasta russo conquistou, entre 1956 e 1974, sete ouros. Quatro deles nos Jogos de Roma em 1960. São 13 medalhas e 7 ouros ao longo da carreira. 

 

Edoardo Mangiarotti (13 medalhas)

O italiano, considerado o maior esgrimista da história, chegou a ser o líder dessa lista. Edoardo participou de cinco Jogos Olímpicos entre 1936 e 1960 e conquistou 13 medalhas, tendo uma longevidade competitiva impressionante, pois conquistou medalhas em todas as suas participações.

 

Aposte nos Jogos Olímpicos na Apostaquente

Agora que você tem conhecimento sobre os maiores medalhistas da história das Olimpíadas, por que não começa a acompanhar as modalidades para estar pronto para apostar nos Jogos Olímpicos? Em nossa casa de apostas, é possível acompanhar ótimos esportes. Registre-se em nossa plataforma e se prepare para 2024.

Sobre o autor:

Apostaquente
A Apostaquente chegou ao Brasil para proporcionar a melhor experiência, e a mais ousada, para os brazucas apaixonados por sites de apostas esportivas e cassino online, oferecendo um portfólio completo para aqueles que buscam por apostas online seguras, inúmeros mercados de apostas e odds competitivas.