Conheça o que era a disputa do ‘Rei do Rio’ no Campeonato Carioca

Por Apostaquente | 11 de agosto, 2022

O Rei do Rio foi um dos grandes marcos do futebol carioca nos anos 1990. Muitos craques disputavam o Campeonato Carioca naquele tempo.

O Rio de Janeiro é um dos principais Estados do Brasil. Além de já ter sido a capital brasileira, o Rio é sempre lembrado por alguns estereótipos tradicionais, como o carnaval, o samba e, é claro, o futebol. Por muito tempo, houve uma disputa famosa que acontecia no Campeonato Carioca, além da competição em si: a disputa do “Rei do Rio”.

Separamos um conteúdo para te contextualizar e explicar o que era essa disputa do Rei do Rio que acontecia no futebol do Rio de Janeiro. Confira!

 

O futebol dos anos 1990 era o “futebol raiz”

Se você é um dos milhares de amantes do futebol brasileiro, com certeza já ouviu falar na expressão futebol raiz. Para muitos, essa expressão é usada para caracterizar o futebol praticado antes dos anos 2000, onde os campos tinham mais lama do que grama, os estádios passavam por constantes quedas de energia e as chuvas alagavam os gramados.

Além dessas questões com relação ao local onde o futebol era praticado, não podemos deixar de mencionar o amor à camisa que fazia muitos jogadores permanecerem nos clubes até mesmo em momentos ruins, como é o caso de Marcos, goleiro campeão do mundo que escolheu ficar no Palmeiras na época do rebaixamento do clube.

Outra característica marcante do chamado futebol raiz era a provocação constante feita entre os jogadores. Na época, não existiam redes sociais, algo que era ainda mais favorável aos jogadores que gostavam de provocar uns aos outros, já que não seriam repudiados fervorosamente como são hoje em dia.

No futebol dos anos 1990 do Rio de Janeiro, mais precisamente no ano de 1995, houve uma grande disputa entre os principais e mais badalados jogadores da época. No caso, os quatro grandes clubes do Estado contavam com um jogador que aparecia nos holofotes pelo ótimo futebol jogado e pela fama de marrento.

Além de brilharem em campo, esses jogadores eram sempre lembrados pelas provocações e polêmicas envolvendo questões de jogo e até mesmo extracampo. Esse era o caso de Renato Gaúcho (Fluminense), Romário (Flamengo), Valdir Bigode (Vasco da Gama) e Túlio Maravilha (Botafogo).

 

O que foi o Rei do Rio?

Com toda a repercussão que a disputa entre esses quatro jogadores ganhava no cenário do futebol carioca, a imprensa decidiu criar um título informal que nomearia o suposto Rei do Rio, ou seja, o jogador que além de ser craque em campo, também era “ótimo” com os microfones.

Para esses jogadores, ser eleito o Rei do Rio não mudaria em nada suas vidas, muito menos suas carreiras profissionais. O que mudaria seria o ego desses jogadores na hora de se provocarem, seja em campo ou fora dele.

Se você tem parentes que nasceram e viveram no Rio de Janeiro na década de 1990, provavelmente já ouviu falar na importância e repercussão do Campeonato Carioca de 1995. Grande parte disso se deve à famosa disputa do Rei do Rio.

Na época, o jogador mais badalado do campeonato era Romário, que atuava pelo Flamengo. No ano anterior, o craque foi campeão da Copa do Mundo com a Seleção Brasileira. Além de ter sido o melhor jogador do torneio, Romário recebeu a Bola de Ouro, enquanto atuava pelo Barcelona. Este prêmio elege o melhor jogador do mundo.

Outro jogador que não ficava longe de ser o mais badalado era Túlio Maravilha, que na época atuava pelo Botafogo. Por mais que o Glorioso não tenha tido uma boa campanha no Campeonato Carioca, o clube foi campeão do Campeonato Brasileiro daquele ano. Túlio sempre foi conhecido por não ter filtro na hora de falar, muito menos na hora de provocar os adversários, como Romário.

Valdir Bigode não aparecia como um dos jogadores que gostava de provocar e chamar a atenção da mídia. Ele se destacou muito pela quantidade de gols que marcou com a camisa do Vasco da Gama. Na época do Campeonato Carioca de 1995, o Gigante da Colina era o atual tricampeão da competição (1992, 1993 e 1994). Valdir Bigode esteve presente em todas essas conquistas.

Por fim, um dos jogadores que estava na disputa do Rei do Rio era Renato Gaúcho. Campeão brasileiro com o Flamengo em 1987, o jogador viria a ser campeão carioca com o Fluminense na temporada de 1995. Tanto como jogador, quanto como jogador, Renato é conhecido pelas polêmicas em entrevistas e até mesmo durante os jogos.

 

Quem foi o Rei do Rio em 1995?

Agora que você já sabe quais são os quatro jogadores que estiveram na disputa do Rei do Rio de 1995, chegou a hora de descobrir qual deles acabou terminando a temporada com este título.

A final do Campeonato Carioca de 1995 é, para muitos, considerada uma das maiores de toda a história do torneio. Flamengo e Fluminense protagonizaram a disputa pelo título.

De um lado, tínhamos o Fluminense que não conquistava o Campeonato Carioca há exatos 10 anos. O último título do Tricolor das Laranjeiras havia sido na temporada de 1985.

Do outro, tínhamos o Flamengo que completava 100 anos de história. Além de contar com o badalado Romário, o Rubronegro era comandado pelo técnico multicampeão Vanderlei Luxemburgo, que havia acabado de ser bicampeão do Brasileirão com o Palmeiras.

Se as apostas de futebol existissem com força na época da final do Campeonato Carioca de 1995, muitas pessoas iriam se divertir com a adrenalina proporcionada pelo duelo da grande final.

Quem nunca pensou em fazer uma aposta esportiva naquela virada impossível de um time nos acréscimos? Se você é uma dessas pessoas, saiba que o Fla Flu daquela final contou com isso!

Empatados em 2 a 2, Flamengo e Fluminense disputavam o título estadual acirradamente. Diante de mais de 120 mil torcedores, a estrela de Renato Gaúcho brilhou. Faltando três minutos para o término da partida, o jogador aproveitou um cruzamento de Aílton e mandou a bola para o fundo da rede com sua barriga.

Feito isso, Renato Gaúcho foi coroado Rei do Rio após ter sido o grande campeão carioca. Naquela edição, o craque do Fluminense marcou apenas cinco gols, sendo que quatro deles foram marcados em clássicos contra o Flamengo.

 

Aposte em futebol com a Apostaquente!

Se você gosta dos jogos do Campeonato Carioca e deseja se divertir com seus palpites, por que não começar a apostar online na Apostaquente?

Em seu site de apostas, a Apostaquente te dá acesso a uma série de campeonatos de futebol diferentes para você apostar e se divertir. Lá, você encontra campeonatos nacionais, internacionais e até mesmo estaduais, contando sempre com as melhores e mais exclusivas odds do mercado.

Na hora que quiser fazer uma aposta de futebol de maneira prática, divertida e com muita segurança, lembre-se de contar com a Apostaquente!

Sobre o autor:

Apostaquente
A Apostaquente chegou ao Brasil para proporcionar a melhor experiência, e a mais ousada, para os brazucas apaixonados por sites de apostas esportivas e cassino online, oferecendo um portfólio completo para aqueles que buscam por apostas online seguras, inúmeros mercados de apostas e odds competitivas.